Texto bem legal, do blog das meninas da Liga Gray City Rebels
Curtam bastante ;)

Primeiramente, toda roller girl, fresh meat e derby lover têm que saber que Roller Derby não é uma religião, mas tem seus 10 mandamentos. Neste texto, apresentaremos quais são eles, de acordo com o livro Down and Derby, escrito pelas roller girls Jennifer “Kasey Bomber” Barbee e Alex “Axles of Evil” Cohen.
Todos os 10 mandamentos que serão listados representam elementos que sempre serão verdadeiros e fiéis ao esporte, não importa em qual país sua liga foi fundada ou com quem você pratica o esporte. Antes mesmo de você sair patinando com sua liga por aí , aconselhamos assimilar e aceitar todos eles. E depois não digam que não avisamos, hein?!

Primeiro mandamento:
Diferente do trabalho, no roller derby não existe meio-período
Esta é a primeira regra, pois se você acha que está entrando no esporte para ser apenas um hobby, você não tem noção do que é o roller derby!
Na verdade, o roller derby é um esporte que exige tempo (e consome TODO esse tempo exigido). Uma semana “roller dérbica” normal pode incluir dois treinos, um bout e pelo menos uma reunião de comitês. A maioria das ligas exigem pelo menos que você vá nos treinos frequentemente (uma média de 6 a 10 treinos por mês), sem contar treinos especiais e reuniões, ou dias de bout.
Ah, e você pode ter certeza de que qualquer habilidade profissional que possuir servirá, de alguma forma, para ajudar a liga e incluirá você em pelo menos um comitê. Os comitês, caso você esteja se perguntando, envolvem os mais variados temas e tarefas, como por exemplo conseguir patrocínio, treino (coaching), arte, merchandising, organização de eventos, etc.
Depois de tanto trabalho durante as reuniões e treinos, não há nada melhor do que jogar conversa fora e beber um pouco com as roller girls, pois afinal, ninguém é de ferro! Socializar com as meninas da liga é uma parte importante do esporte, pergunte a qualquer derby girl, ninguém gosta de ficar de fora!
Ou seja, o primeiro mandamento é: no Roller Derby você vai fazer parte de um grupo, mas terá que fazer sua parte também!

Segundo mandamento:
O Roller Derby é um esporte
No meio de hipchecks, bodychecks, meia arrastão, meiões, shorts e derby names cheios de significados e trocadilhos há muito trabalho a ser desenvolvido. Aprender a viver a vida sobre oito rodas pode ser tão desafiador quanto aprender uma nova língua.
Aprender as regras do jogo também é parte muito importante do treino. Você será responsável não apenas por entender as regras de sua liga, mas também por colocá-las em prática e respeitá-las a partir do momento em que suas rodinhas encostarem no chão.
Prepare-se para notar algumas diferenças no espelho também. Se você reparar nos praticantes/ atletas de outros esportes, notará que seus corpos são modelados de acordo com a modalidade que praticam, por exemplo: os nadadores ficam com as costas largas e cintura fina. O Roller Derby, como outros esportes, terá vários efeitos em seu corpo; a medida em que você treina bastante, perceberá que suas pernas ficarão mais fortes, seu braço ficará mais musculoso e suas gordurinhas irão, aos poucos, desaparecendo.

Terceiro mandamento:
Você irá se frustrar
Até as meninas que possuem intimidade com a patinação artística, inline e patinação meramente recreativa irão perceber que transferir suas habilidades para este esporte de equipe é bem complicado e exige força de vontade e determinação. Antes que sua foto apareça no site ou nos cartões, você terá um longo percurso entre os treinos para aprender e aperfeiçoar as habilidades necessárias para jogar Roller Derby.
Em algum momento irá aparecer aquele movimento que exigirá de você muitos meses de treino, às vezes, até anos. Porém, não importa o até onde vai o seu nível de descontentamento, você tem que ter determinação e força de vontade para tentar até conseguir (e depois, comemorar!).

Quarto mandamento:
Você irá cair
Se há uma constante do Roller Derby, o nome dela é queda. Afinal, o maior objetivo do bloqueio é parar a jammer do time oposto de forma eficaz, assim, ela não terá chances de pontuar. O que poderia ser mais eficaz do que derrubar uma jogadora e ela cair de bunda? Ou até mesmo tirá-la da pista e ela cair sem você fazer muito esforço? Ao estar na mira de quatro jogadoras o tempo todo, você não pode esperar mais nada além de encontrões e quedas.
Hematomas são parte da “bricadeira”, e pode apostar que depois de um tempo na liga, você estará orgulhosa de todos eles, e disputará com suas companheiras quem tem os maiores roxos.

Quinto mandamento:
Você irá se machucar
Calcanhares quebrados, tendões rompidos e ombros deslocados são algumas das fraturas mais comuns no Roller Derby. Você aprenderá como cair com segurança para evitar fraturas graves, no entanto, você deve ficar ciente de que quando estamos na pista, há riscos de fratura. Por esse motivo, ter um plano de saúde é sempre bom (e necessário se você quiser jogar, a não ser que seja de sua preferência pagar a conta do médico e do hospital, mas não se esqueça de informar sua liga!).
Claro que nós da Gray City Rebels nos preocupamos com nossas roller girls e fazemos de tudo para ter um treino bastante seguro. A nossa paixão pelo esporte faz com que busquemos novas técnicas e treinemos bastante para haver o mínimo de acidentes possíveis. Queremos sempre o melhor!

Sexto mandamento:
Não existe “foi mal” no Roller Derby
Se uma menina cai durante uma jam, há grandes chances de ser porque alguém a derrubou. O bloqueio derruba, tira da pista. Esse é o trabalho delas: derrubar ou tirar da pista usando o ombro, booty blocks, hip checks e body checks. Agora perguntamos: se você fosse um advogado e ganhasse um processo, você pediria desculpas ao outro advogado que está defendendo a outra pessoa? Ainda mais, será que o advogado que perdeu gostaria que você ficasse com pena? Cremos que não, em qualquer um dos casos. Assim como os advogados, as roller girls não pedem desculpas por derrubarem as outras se não houve nada de ilegal.

Sétimo mandamento:
O Roller Derby é um esporte de equipe
Sabe quando as pessoas dizem que não existe um “eu” em uma equipe? Pois bem, é assim que funciona no Roller Derby. Algumas ligas, principalmente as americanas, têm mais de 100 meninas. Não importa o quanto você ache que será a próxima estrela do seu time, você tem que se lembrar que não faz nada sozinha.
Assim como um artilheiro não pode, ou não consegue, marcar gols sozinho (ele precisa dos volantes e outros atacantes), no Roller Derby a jammer não existe sem a ajuda do bloqueio e o bloqueio não tem por que bloquear sem a jammer na pista, entendeu?! Todo mundo se ajuda, ninguém trabalha sozinho. Além disso, um Bout não acontece sem a ajuda dos árbitros e de dezenas de pessoas que ficam só nos bastidores. Por isso, dizemos que o Roller Derby é um esporte de equipe em todos os níveis, e depende muito de sua habilidade de trabalhar em grupo, ajudando os outros.
As ligas, inclusive a nossa, são gerenciadas pelas próprias roller girls, portanto, paciência, cooperação e também um pouco de humildade são necessários para que a liga se desenvolva bem.

Oitavo mandamento:
Você falará de Roller Dery o tempo inteiro. In-te-i-ro.
Lembra de todas as conversas que você tinha durante um jantar com a família? Todos os assuntos interessantes (ou não!) que apareciam? Aquela conversa de mesa de bar…lembra dela? Agora dá um tchauzinho!
Juntar-se a uma liga de Roller Derby, é como conhecer alguém novo e se apaixonar. Você só fala da pessoa e só pensa nela.
É assim que acontece com a liga; no momento em que você entra e se apaixona pelo esporte, só quer saber mais e mais, discutir, procurar os melhores equipamentos, fazer amizade com as meninas de outras ligas e por aí vai… é legal e você vai curtir, espera só pra ver!

Nono mandamento:
Diga “olá” para a sua nova família
Uma das melhores coisas e mais desafiadoras que você encara quando entra pra liga é que, de repente, você é inserido numa rede internacional de pessoas que você não conhece, mas que têm o mesmo interesse que você, e que estão dispostas a tudo: tirar você do estresse emocional, te ajudar no que for preciso e simplesmente falar com você, trocar uma ideia mesmo sobre o esporte.
As roller girls adoram ajudar umas as outras, tanto nas horas boas como nas horas ruins. Algo que não falta em nossa comunidade – e no Roller Derby em geral – é o respeito mútuo e a admiração.
A “família Roller Derby” nunca é sufocante, mas você precisa saber que, em algumas semanas, você poderá ver mais frequentemente as roller girls do que sua própria família.

Décimo mandamento:
Até as after-parties tem vencedoras
Depois de um Bout sofrido e cheio de adrenalina, não tem nada melhor do que relaxar e tentar esquecer as dores musculares. Porém, se você acha que a competição ficou na pista, está muito enganada!
Competição de dança, jogos e desafios com bebidas são apenas algumas coisas que as roller girls (bem criativas!) fazem durante a festa. Aliás, no universo do Roller Derby, é um fato bastante conhecido que a maioria das fraturas acontecem durante a after-party, normalmente em momentos nos quais as meninas tentam dar uma de Jackass.
Todas nós nos divertimos com o pessoal do próprio time e com as outras meninas que, há pouquíssimo tempo, foram nossas rivais na pista. Esse é o Roller Derby: rivais na pista e amigas (ou colegas) fora dela. it’s all about cooperation and comradery!

Anúncios